sábado, 28 de agosto de 2010

Hitori no Kokoro (coração solitário/sozinho)

Imagem: http://www.deboratozzeretratosartisticos.blogspotot.com por Débora Jackeline Tozze.

Acordei,
Mas uma vez havia me mexido durante a noite...
Meus cabelos, negros, se encontravam cheios de grãos.
Não me acostumei ainda!

Quando tempo ainda vai levar?
Minha vida me traz dor até para dormir...
Por que não posso ter mais conforto?
Não consegui nem descansar...

Mas uma vez, então, me coloco meu kimono*,
Me apresso, tenho muito para fazer...
Quantos treinos, ensaios, aulas...
Eterna busca de perfeição.

Mas, ao sair da casa da Okaasan* que é mais trabalhoso...
Preciso me trocar, me pintar...
Andar graciosamente, ser delicada.
Fui criada para encantar.

Sou símbolo do meu país,
E, no país, a mulher mais desejada...
Minha pele, minha leveza...
Meus pequenos passos e rosto sereno.

Este rosto, redondo e tão branco...
Marcado por dois belos e puxados olhos negros,
Meus lábios, carnudos e tão vermelhos...
Como será que me veriam por baixo de tanta maquilagem?

Se eu pudesse, gritava!
Corria, me libertava....
Mas não posso,
Tenho que continuar a ter a voz suave.

Tenho que cantar para eles,
Dançar, servir o chá.
Eu só queria poder ser mulher...
Não precisava ser tão simbólica...

Venha, Danna*,
Mas me leve com você.
Não deixe a Okaasan* brigar de novo.
Por favor!

Me deixe ser sua Tsuma*,
Não preciso ser Geisha* para a vida toda...
Sou, antes de tudo, uma Onna no Hito*.
E sou sua.

Hanny Writter (Erika Amaral)
28/08/2010

*
Kimono = "ki" vestir, "mono" coisa, ou seja, vestimenta oriental.
Okaasan = mãe, no caso das geishas, a dona da casa de ensinamentos.
Danna = senhor, marido, protetor.
Tsuma = esposa.
Geisha = gueixa, jovem especializada em entreter homens. Criada e ensinada para ter domínio de várias artes. NÃO são prostitutas.
Onna no Hito = mulher.

6 comentários:

  1. Lembrou-me do filme Memórias de uma Gueixa. Realmente, cultura interessantíssima essa em que vc se meteu, prima =)

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  2. muito bom, parabéns!

    um abraço
    G

    ResponderExcluir
  3. Mais uma vez a cultura oriental me deixa mais apaixonado! Concordo com Lara em relação ao filme, porque antes de toda a simbologia que representam, também são mulheres e precisam ser amadas.

    Parabéns e abraços!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Tava lendo o Teatro da vida e cheguei ao seu blog!!

    Te digo q ganhaste um fa!! Adorei a forma como escreves, e ainda adorei o post poema sobre a cultura niponica das gueixas!! A familia amaral tem poema na veia!!

    bjs!! e tenha uma otima semana!

    ResponderExcluir
  6. Olá!!! Quero agradecer de coração por ter usado o retrato que fiz em seu poema, por sinal belíssimo! Meus parabéns! Amo essa cultura oriental!

    Bjs e sucesso a vc!

    ResponderExcluir